Preloader image

Relógios inteligentes não são bons em medir calorias, diz pesquisa

|
Relógios inteligentes não são bons em medir calorias, diz pesquisa

Se você usa um relógio inteligente ou rastreador de atividades para medir as calorias gastas ao longo do dia, pode ser a hora de pensar em uma nova alternativa. Como relata o BGR, pesquisadores da Universidade de Stanford descobriram que, quando se trata de medir a queima de energia, esses produtos decepcionam.

 

Para realizar o estudo, os pesquisadores testaram sete dispositivos em 60 voluntários: Apple Watch, Fitbit Surge 2, Microsoft Band, Basis Peak, Samsung Gear S2, PulseOn e Mio Alpha 2 foram usados em diferentes situações, junto com equipamentos de medição profissionais.

 

Os resultados mostraram que a frequência cardíaca determinada pelos relógios foi compatível com a obtida pelo medidor profissional, com exceção do Gear S2, que registrou números diferentes do restante dos aparelhos.

 

Quando chegou a vez de medir o gasto energético, no entanto, nenhum dos aparelhos mostrou precisão, nem conseguiu se enquadrar no índice esperado de erros, que é de 25%. A maior taxa foi apresentada pelo PulseOn, com um índice de 92,6%. Em segundo lugar apareceu o Apple Watch, com taxa de erro de 40%, seguido pelo Microsoft Band, com 33%. Quem se aproximou mais do ideal foi o Fitbit Surge, com 27% de chances de apresentar valores errados.




Fonte: https://olhardigital.uol.com.br/noticia/relogios-inteligentes-nao-sao-bons-em-medir-calorias-diz-pesquisa/68536